museu e villa romana do rabaçal

A exposição “Villa romana do Rabaçal: era uma vez...”, realizada no interior deste centro de interpretação ou espaço-museu (Rua da Igreja / Rabaçal), é um dos três núcleos que se contemplam a fim de tornar compreensível a presença romana no local.

Os objectos dados a ver não têm evidência de função, perdidos que estão na bruma dos tempos os seus antigos utilizadores. Foram recolhidos, estão organizados e vivem agora num espaço arquitectonicamente criado de raiz.

É, por isso, fundamental a visita aos outros dois núcleos, locais de origem e espaço de compreensão destes objectos.

Assim sugerimos, num primeiro tempo, a visita à estação arqueológica (Lugar da Ordem / Rabaçal) que inclui a residência senhorial, o balneário, a área rústica e os sistemas elevatórios de água e, num segundo tempo, o acesso à vista panorâmica de chanca, com belver sobre a paisagem, vias e povoamento.

Como verá, muitos são os factos estáveis da cultura mediterrânica presentes no vale do rabaçal, como sejam, os olivais, as vinhas, os campos de cereais, as hortas, os favais, os tremoçais, as terras da grão e de abóboras, os salgueirais, a utilização da flórula, as eiras e os seus adarves, as choupanas e os rolheiros, as noras e as picotas, os poços, as nascentes, os lavadouros e as levadas, os cortiços e o pastoreio do gado miúdo.

Fique e encante-se com o silêncio desta paisagem cársica, seca, cinza, sinuosa e nua, talhada por muitos, durante séculos.

venha conhecer as ruínas do Rabaçal

Horário

Espaço-museu
Terça a Domingo
Das 10 horas às 13 horas
E das 14 horas às 18 horas

Villa romana
Terça a Domingo mediante marcação prévia no Espaço-museu

Gratuito para jovens até aos doze anos, professores e animadores em visitas de estudo, investigadores e jornalistas no desempenho das suas funções.

Encerrado à Segunda-feira e nos feriados de Ano Novo, Sexta-feira Santa, Domingo de Páscoa e Natal.